quarta-feira, 27 de abril de 2011

OVNI

Todos sabem o que é.

 Vou mostrar tudo que a wikipédia  fala sobre isso aki vai:



Foto de um suposto OVNI (à esquerda), em Junho de 1984, visto ao lado do que era então a fábrica da Gurgel, em Rio Claro-SP, Brasil
OVNI é o acrónimo de objecto (português europeu) ou objeto (português brasileiro) voador não identificado[1], também conhecido por UFO (unidentified flying object, em inglês).

Índice

[esconder]

[editar] Interpretações

OVNIs são muito comuns no quotidiano de quem trabalha com aviação civil e militar. Na análise de especialistas em aviação, os OVNIs são frequentemente confundidos com aves, aviões, satélites artificiais e balões meteorológicos. OVNIs também podem ser interpretados como um dos vários fenómenos provocados pelo sol, humidade e atmosfera. Em certas épocas do ano planetas como Mercúrio, Vénus, Júpiter, Marte e Saturno são visíveis a olho nu – é muito comum pilotos de avião se depararem com algo de estranho no céu quando se trata se uma reflexão de um planeta ou satélite.
A noite o tema é mais controverso pois como não há luz do sol incidindo e provocando fenómenos naturais típicos os avistamentos são difíceis de explicar. Há que se considerar sempre a presença de aviões e principalmente militares que fazem exercícios de rotina e treinamento.
Em localidades rurais onde não há muita luz como numa cidade, é comum o avistamento de estrelas cadentes e meteoritos. Certas condições naturais como o acumulo de grande quantidade de material orgânico se decompondo e temperatura podem ocasionar fenómenos raros como a combustão de gases no ar e provocar fogo, as chamadas "bolas de fogo" no alto de montanhas e encostas de lagoas.
Os países com o maior número de OVNIs avistados são os Estados Unidos, México, Peru, Brasil, Rússia, Chile e Liechtenstein.[carece de fontes?]

[editar] Avistamentos no Brasil

No Brasil, existem diversas regiões nas quais os relatos de avistamento de OVNIs são bastante frequentes, sendo que em muitas delas os OVNIs fazem parte da própria cultura local da região. Dentre elas, podem-se destacar:[2][3][4]
Um fato interessante e curioso é que boa parte dos lugares onde os OVNIs são vistos no Brasil, são serras e chapadas geralmente consideradas como místicas pelos esotéricos.
Em 10 de agosto de 2010, a Força Aérea Brasileira anunciou a regulamentação de normas para pilotos em caso de contato com OVNIs.[5]

[editar] Fraudes

As publicações de fotografias de supostos OVNIs são em grande parte material adulterado ou fraude. Pessoas podem simular um OVNI usando objetos e truques de iluminação. Em tempos atuais é muito comum adulteração de fotografias em programas como Photoshop.
Devida a grande quantidade de fraude – muitas desmascaradas – nesse meio, especialistas em ufologia extra-terrestre perderam muita credibilidade. Muitos ufólogos conhecidos já foram pegos em grandes esquemas de fraude até mesmo conseguindo enganar populações de cidades inteiras, soltando grande quantidade de balões e pipas com luzes adaptadas.[carece de fontes?]
A hipótese de haver vida em outros planetas provoca um verdadeiro fascínio em algumas pessoas, que acabam espalhando mitos e informações inventadas/imaginadas. O relato de um OVNI deve ser sempre visto e estudado com grande ceticismo, sob pena de estarem apenas enganando e iludindo pessoas.

[editar] Extraterrestres

OVNIs são frequentemente apontados como seres de outros planetas mas um OVNI não é necessariamente um disco voador, já que seu termo original e literal inclui qualquer objecto voador ou fenómeno óptico, detectado visualmente ou por um radar, cuja natureza não é conhecida de imediato. Esse tema é um grande debate entre ufólogos e especialistas em desvendar mistérios.
Com o passar dos anos o formato dos OVNIs, considerados supostos discos voadores extraterrestres, evoluiu, nas fotografias e filmagens, tanto quanto os discos que aparecem no cinema. Alguns consideram que esta evolução se deve ao fato de as imagens serem falsificadas e nada têm de extraterrenas. Assim, por serem produzidas aqui na Terra mesmo, a aparência dos discos se altera conforme nossa visão sobre a tecnologia. Ninguém espera ver um disco voador com aparência de cacareco, todos esperam por uma máquina que aparente avançada tecnologia.
Outra vertente da ufologia mundial acredita que parte dos registos visuais dos chamados "discos voadores" são, na verdade, registos visuais de aeronaves terrestres em forma de disco, que desde meados dos anos 40 têm sido estudadas, construídas e testadas. Projetos secretos, que explicariam, em tese, a negativa das Forças Armadas diante de indagações sobre discos voadores.
No início do século XX, esse tema foi explorado pela literatura e pelo cinema, atingindo o auge de popularidade na década de 1950. Cerca de 90% dos relatos registados em todo o mundo são explicados pela ciência, incluídos nesse valor os embustes, relatos fictícios e provas documentais forjadas. Entre os casos mais conhecidos, salientam-se o da queda de um objecto estranho, em Roswell, em 1947, nos EUA, na sequência da qual, segundo algumas testemunhas, teriam aparecido corpos alienígenas junto dos destroços. O episódio ficou conhecido como Caso Roswell. Este caso foi encerrado em 1997, cinquenta anos mais tarde, quando os serviços secretos norte-americanos disponibilizaram os relatórios oficiais.
Os casos a seguir ainda carecem de explicação científica: o da JAL (Japan Airlines), em que durante o vôo 1628 ParisTóquio em 1986 foram avistadas luzes seguidas do aparecimento súbito de duas possíveis naves espaciais quando a aeronave sobrevoava o Alasca; o de 2000, no Chile, quando três helicópteros militares voavam em plena luz do dia e seus tripulantes observaram um objeto pousado no solo que subiu repentinamente até à altura dos aparelhos, colocando-se à sua frente, quase em rota de colisão; ou ainda em Varginha, no Brasil, em 1996, quando várias testemunhas declararam ter avistado não só um objeto voador não indentificado, mas também os seus tripulantes.

[editar] Incidentes famosos

Referências

  1. Infopédia. OVNI. Porto Editora. Página visitada em 22 de Outubro de 2010.
  2. Centro de Ufologia Brasileiro. "Câmera Record Ufologia". Acesso em 27/07/2010.
  3. União de Pesquisas Ufológicas do Piauí. "O Turismo Ufológico no Piauí". Acesso em 27/07/2010.
  4. Conexão UFO. "Ufoturismo". Acesso em 27/07/2010.
  5. FAB cria normas para pilotos em caso de contato com ovnis Portal Terra

[editar] Ver também

O Commons possui uma categoria com multimídias sobre Objeto voador não identificado

[editar] Ligações externas

Ícone de esboço Este artigo sobre ufologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.



Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Ações

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Parceria




Copy this code to your website to display this banner!

Banner

create your own banner at mybannermaker.com!
Copie e cole esse código no seu blog!!